Show simple item record

dc.contributor.authorMarciano, Janeth Silva Pinheiro
dc.coverage.spatialUniversidade de Ribeirão Preto - UNAERPpt_BR
dc.date.accessioned2021-04-13T18:33:30Z
dc.date.available2021-04-13T18:33:30Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unaerp.br//handle/12345/344
dc.description.abstractHimatanthus sucuuba é uma planta laticífera que pertence à família Apocynaceae, nativa da região Amazônica. É usada tradicionalmente na medicina popular como: vermífugo, tratamento de gastrite, artrite, laxativo, antianêmico, antifúngico e cicatrizante. Pouco se conhece sobre o proteoma do látex de H. sucuuba e o objetivo desse trabalho foi a identificação de proteínas presentes no soro do látex, através das técnicas de cromatografia, eletroforese bidimensional (2D), eletroforese (1D) SDS-PAGE e Espectrometria de massas, utilizando proteínas totais extraídas do soro do látex de H. sucuuba (HsLP). Os resultados foram analisados pelo MASCOT (integrado ao banco de dados NCBInr/ Swiss-Prot), Blast2GO, em conjunto com a base de dados do KEGG. Foram identificadas no látex de H. sucuuba 1.471 proteínas das quais 587 proteínas apresentando score igual ou superior a 20. Dentre essas, 587 previamente identificadas, foram encontradas: 267 proteínas preditas (45%), 158 hipotéticas (27%), 128 caracterizadas (parciais ou inteiras) (22%), 24 putativas (4%) e 10 proteínas não definidas (2%), com massa molecular variando entre 13,33 e 164,65 KDa. Dentre as proteínas encontradas 32,64% são básicas (pI > 8), 24,82% são neutras (6 ≥ pI ≥ 8) e 60 proteínas que correspondem a mais de 40% do total são caracterizadas como ácidas (pI < 6). As enzimas mais frequentes encontradas pertencem às classes transferases, seguida das hidrolases, oxidoreductases, liases e ligases. Não foram identificadas enzimas do tipo isomerases. As enzimas identificadas no soro do látex de H. sucuuba resultaram na predição de 30 vias metabólicas. Entre elas, foi identificada uma enzima NADH: ubiquinone reductase, que compõe um dos principais complexos proteicos da fosforilação oxidativa nas mitocôndrias. Dentre outras enzimas, algumas da via de biossíntese de alcalóides isoquinolínicos foram identificadas. As enzimas tetrahydroberberine oxidase; (S)-THB oxidase e (RS)-norcoclaurine 6-O-methyltransferase catalisam reações que produzem produtos de interesse farmacológico, como os alcalóides berberine e palmatine, que são tóxicos para insetos e vertebrados e inibem a multiplicação de bactérias, fungos e vírus. A berberine tem várias atividades farmacológicas, incluindo propriedades antimicrobianas, de redução da glicose e do colesterol, antitumorais e imunomoduladoras. Além disso, identificou-se no látex de H. sucuuba o composto lupeol que apresenta atividade anti-inflamatória. A enzima oxido nítrico sintase que catalisa a produção de oxido nítrico uma importante molécula de sinalização celular, que desempenha funções em uma variedade de processos celulares como vasodilatação, neurotransmisão, agregação plaquetária, e está envolvido na angiogênese. The results obtained in this study provided important information about the proteins identified in the serum of H. sucuuba latex that make possible future research.pt_BR
dc.format.extent132 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectEletroforesept_BR
dc.subjectProteínaspt_BR
dc.titleIdentificação de proteínas presentes no soro do látex da Himatanthus sucuuba (Apocynaceae)pt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.contributor.advisorZingaretti, Sonia Marli


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


Mantenedor
UNAERP
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons